BOMBAS SUBMERSÍVEIS

Bombas Submersíveis SPV

Águas Servidas
Recalque de águas servidas, pluviais e sujas em construções civis, prédios, indústrias, hotéis, hospitais, minerações, residências, etc. Permite passagem de particulas sólidas em emulsão. Instalação simples e fácil em valas em geral, drenagem de porões e garagens subterrâneas, poços de inspeção, galerias pluviais, dutos de cabos telefônicos e elétricos, área indústrial, mineiração, estaleiros e navegação, defesa contra enchente, etc. Pelas suas próprias dimensões o conjunto ocupa espaços reduzidos facilitando a execução de qualquer projeto. A segurança de funcionamento é total e não requer cuidados maiores. As bombas poderão trabalhar automaticamente com o uso de Reguladores de Nível RN-770.

Águas Sujas
As Bombas Submersíveis SPV para drenagens, são leves, portáteis e foram projetadas e construídas levando-se em conta as mais rigorosas condições de trabalho, no recalque de águas sujas, brutas, com areia e sólidos em suspensão, na proporção de até 30%.

Lama/Fibras
A forma mais econômica para manter a sua obra enxuta! Bombas Submersíveis SPV P-40 CS. Projetadas e construídas para enfrentar as mais rigorosas condições de trabalho nas construções civis, indústrias, minerações e instalações agrícolas.

Esgoto
As Bombas Submersíveis SPV da linha EG foram projetadas e Construídas para trabalharem no recalque de esgoto, em residências, prédios, indústrias, efluentes e despejos em geral. Têm aplicação efetiva nas estações elevatórias e de tratamento de esgotos. Recalque de águas servidas, sujas, fecais e esgoto em residências, hotéis, hospitais, indústrias, etc. Instalação simples e fácil em elevatórias de águas fecais, em situações abaixo do nível da rede de esgoto. Ex.: subsolos com garagens, banheiros, saunas, lavanderias, cozinhas, etc.

Efluentes Industriais
As Bombas Submersíveis SPV da linha EG foram projetadas e Construídas para trabalharem no recalque de esgoto bruto, em residências, prédios, indústrias, efluentes e despejos em geral. Têm aplicação efetiva nas estações elevatórias e de tratamento de esgotos.

Fluídos Corrosivos
As bombas Submersíveis SPV, da linha ASI e EGI, são construídas em aço inoxidável e especialmente projetadas para trabalharem nas condições mais adversas, no recalque de águas sujas, abrasivas e corrosivas, efluentes industriais e esgoto.

Bombas Submersíveis ABS

Bomba submersível ABS AFL
Bombas de vazão para instalação direta em tubos de recalque que economizam espaço e custos. Elas são ideais para grandes vazões com altura manométrica moderada como águas de chuvas, drenagem e proteção de inundações. A AFL pode lidar com esgoto comercial, municipal e industrial. Graças a seus propulsores semi-abertos, o bombeamento de líquidos contendo sólidos e materiais fibrosos é assegurado. As unidades compactas são usadas com tubos de aço e não precisam de ancoramento. Seu próprio peso é suficiente para manter a unidade em posição. O desenho robusto e a qualidade de seus materiais asseguram uma confiança alta na operação e eficiência hidráulica de até 88%.

Bomba submersível ABS AFP
Bombas ABS de 1.3 a 1000 kW (1.7 – 1300 hp) para bombeamento economico de esgoto muito poluído de áreas comerciais, industriais e municipais. Motores pressurizados e à prova de vazamentos em versões standard ou à prova de explosões com a opção de sistema de resfriamento. Ideal para instalações submersas ou a seco. Hidráulicos abertos ou fechados, com propulsores unitários ou múltiplos que lidam com água limpa, poluída, esgoto com sólidos, fecais, lama ou lodo.

Bomba submersível ABS AFP-ME
A nova AFP-ME é a principal bomba nas aplicações de efluentes e esgoto, oferecendo uma confiável performance na linha de 9 – 110 kW (50 Hz) e 125 kW (60 Hz). A AFP-ME oferece um bombeamento à prova de entupimentos com seu motor altamente eficiente na indústria de bombas submersíveis.

Bomba submersível ABS AS
Robustas e confiáveis, as bombas ABS AS são usadas em esgoto e efluentes na linha de 1 – 3 kW para a drenagem de prédios em áreas comunitárias, comerciais e privadas. Motores pressurizados e à prova de vazamentos em versões standard e à prova de explosões. Hidráulicos com ContraBlock ou propulsores vortex para operações sem entupimentos. Ideais para instalações portáteis ou estacionárias. Disponíveis em recalques de tamanho DN 50 (2 polegadas), DN 65 (2 e meia polegadas) e DN 80 (3 polegadas)

Bombas Submersíveis Flygt

Bombas Submersíveis Flygt Linha C (3000)
As bombas C estão equipadas com um impulsor fechado simples ou de pás múltiplas funcionando em voluta. A forma e a dimensão do impulsor foram concebidas para minimizar o entupimento, tornando esta bomba especialmente adequada para aplicações em águas residuais, onde as partículas sólidas constituem um problema.

Bombas Submersíveis Flygt Linha M (3000)
Especialmente concebida para sistemas de esgotos sob pressão, a bomba M possui um impulsor que tritura os elementos sólidos reduzindo-os a partículas, formando uma suspensão que pode ser bombeada através de uma tubulação estreita, fazendo com que as partículas passem livremente pelo impulsor sem qualquer perigo de entupimento.

Bombas Submersíveis Flygt Linha L/N (3000)
Esta série de bombas de fluxo misto foi concebida principalmente para bombeamento de águas residuais filtradas e águas pluviais, como também para aplicações de irrigação, de efluentes industriais, de águas de acondicionamento e de água bruta.

Bombas Submersíveis Flygt Linha H (5000)
O impulsor da bomba H é um impulsor de canal fechado em ferro fundido temperado com alto teor de cromo, um material extremamente resistente ao desgaste. Neste tipo de bombas, as partes ajustáveis e substituíveis estão incorporadas na carcaça da bomba.

Bombas Submersíveis Flygt Linha P (7000)
Bombas de hélice para grandes volumes a baixas alturas Manométricas. Concebida para rendimento hidráulico máximo. A forma da hélice, inclinada para trás, aliada a uma ranhura sem similar na carcaça da bomba, reduz o risco de entupimento.

Bombas Submersíveis Flygt Linha D (3000)
A bomba D é usada principalmente para bombeamento de líquidos abrasivos ou de baixos volumes a altas pressões. Esta bomba possui um impulsor de vórtice, o que significa que o fluxo não é produzido pelo impulsor mas sim pela rápida rotação do redemoinho criado pelo impulsor. Consequentemente, a maior parte das partículas do líquido nunca entram em contato com o impulsor, reduzindo-se assim o desgaste.

Bombas Submersíveis Flygt Linha N (3000)
Alto rendimento sustentado em tratamento de águas residuais. Com o seu impulsor auto-limpante, a nova série de bombas N pode funcionar em líquidos com altas concentrações de fibras, mantendo sempre elevado nível de rendimento durante longos períodos de serviço. A sua ranhura de alívio na voluta reduz o risco de entupimento, criando um fluxo de auto-limpeza através da bomba.

Bombas Submersíveis Flygt Linha Bibo (2000)
As bombas submersíveis Flygt Bibo economizam seu tempo e energia a todo o momento. Fáceis de serem instaladas, elas realizam o seu trabalho de maneira rápida e eficiente.

Bombas Submersíveis Flygt Linha F (3000)
A bomba F está equipada com um impulsor em forma de S, que corta as partículas longas, fibrosas e sólidas em pedaços pequenos e consegue puxar com facilidade mesmo a lama mais espessa através da bomba. As arestas cortantes do impulsor passam contra uma placa cortante colocada na admissão da bomba. O mecanismo de corte assegura que todos os objetos que entram na bomba seja cortados em pedaços pequenos.

Bombas Submersíveis Flygt Nova força em drenagem
A série 2600 da Flygt representa uma grande inovação em tecnologia de bombas de esgotamento. As seis bombas da linha têm uma potência de saída de 1,2 – 27 HP e atendem a praticamente todas as aplicações em canteiros de obras de todos os tamanhos, incluindo construção civil, minas, pedreiras e outros ambientes agressivos. Radicalmente projetadas a partir do zero, essas bombas robustas apresentam um sistema hidráulico inovador, com menos componentes, novos materiais e um design prático e ergonômico.
O resultado é uma resistência ao desgaste sem paralelo, desempenho consistente ao longo do tempo, facilidade de operar e o mais baixo custo de propriedade possível. Desenhada para reduzir drasticamente o desgaste dos componentes e a necessidade de manutenção, a série 2600 de bombas de esgotamento da Flygt garantem a continuidade das suas operações.

Bombas Submersíveis DANCOR

BOMBAS SUBMERSÍVEIS DANCOR PARA DRENAGEM E ESGOTAMENTO DS-9

As Bombas DS-9 são versáteis, resistentes à corrosão e compactas. Disponível na potencia de 1/2 cv.
A DS-9 tem vazão até 9m³/h e altura manométrica até 10 mca, passagem livre de sólidos em suspensão de 10 mm.
Interruptor de bóias pré montado para o funcionamento automático da bomba
Temperatura máxima do líquido com a bomba
parcialmente submersa: 40° C
Aplicações
– Drenagem de pequenos poços ou caixas de coleta de água pluvial, infiltrações, águas servidas domésticas
– Pequenas irrigações de hortas ou jardins com utilização de águas pluviais
– Drenagens de emergência em locais inundados como garagens ou casas de máquinas
– Transferências de reservatórios, depósitos ou piscinas
– Fontes e chafarizes
Motor ElétricoCaracterísticas:
– Motor refrigerado a óleo atóxico
– Profundidade de imersão: 5m
– Cabo elétrico de 5 m
– Isolamento classe F
– Grau de proteção IP 68
Versões:
– Monofásica, 127V ou 220V, 60Hz, 2 pólos (3450rpm)
– Capacitor integrado
– Protetor térmico para desligar a bomba em caso de sobre-carga
– Tomada 3 pinos
-Trifásica, 220V ou 380V, 60 Hz, 2 pólos (3450rpm)
Opcionais- Disponível em 50 Hz
– “Dispositivo para Aspiração Rebaixada”. Este componente permite efetuar sucção até a remoção completa da água até 3 mm de água residual)

BOMBAS SUBMERSÍVEIS DANCOR DS 76-50
Materiais Empregados
• Carcaça, intermediária e placa de desgaste em ferro fundido.
• Rotor semi-aberto em ferro fundido.
• Vedação do eixo por selo mecânico 5/8’’ tipo 06 (vide opcionais*), construído com borracha nitrílica, mola de aço inox e faces de vedação em grafite e cerâmica.Motor Elétrico• Motor refrigerado com óleo dielétrico.
• Rotação: 4 polos – 1.750 rpm – 60 Hz.
• Monofásicos 127/220V
• Trifásicos 220/380V
• Grau de proteção IP 68
• Isolamento classe B
Dados Técnicos• Passagem de sólidos de 50mm.
• Bocais com rosca BSP
• Temperatura máxima de bombeamento do líquido 40°C
• Comprimento do cabo de ligação: 3,5m.
*Opcionais:
Selo mecânico: Nos casos em que haja a presença de abrasivos recomenda-se o uso do selo mecânico em carbeto de silício.

BOMBAS SUBMERSÍVEIS DANCOR SDE
Materiais Empregados
Tampa, Intermediária e Carcaça – em liga especial de alumínio-silício, de alta resistência à presSão e à açao oxidante.
Rotor – do tipo semi-aberto em ferro fundido.
Cilindro – corpo tubular em liga de alumínio 6063-T5J. resistente a corrosão.
Tirantes – em aço carbono, com proteção “salt-spray”.
Placa de desgaste – em ferro fundido.
Ralo de aspiração – (incorporado a carcaça) em liga especial de Alumíniosilício.
Vedação do Eixo – por selo mecânico – Ø 5/8″, tipo “6”, conjunto de precisão, construido com borracha nitrílica, mola de aço inoxidável, faces de vedação em grafite e cerâmica.Motor ElétricoCaracterísticas:
– Norma – Nema MG1-18.326 a MG1-18.341 – “JET PUMP”
– Eixo em aço carbono
– Mods. SDE 2060/2063:
– 4 pólos – 1.750 rpm – 60 Hz –
Demais modelos
– 2 pólos – 3.450 rpm – 60 Hz
– Monofásicos:110-220 V (necessário indicar a tensão)
– Trifásicos: 220-380 V (necessário indicar a tensão)
– Grau de Proteção: IP 21
– Isolamento: Classe “B”

BOMBAS SUBMERSÍVEIS DANCOR SDE-óLEO
Materiais Empregados
Carcaça – em liga especial de alumínio-silício, de alta resistência à pressão e à ação oxidante.
Rotor – do tipo semi-aberto em ferro fundido.
Ralo de aspiração – (incorporado a carcaça) em liga especial de alumínio- silício.
Vedação do Eixo – por selo mecânico – Ø 5/8″, tipo “6”, conjunto de precisão, construido com borracha nitrílica, mola de aço inoxidável, faces de vedação em grafite e cerâmica.Motor ElétricoCaracterísticas:
– Motor refrigerado com óleo dielétrico
– Mods. SDE 2060/2063:
– 4 pólos – 1.750 rpm – 60 Hz –
Demais modelos
– 2 pólos – 3.450 rpm – 60 Hz
– Monofásicos:110-220 V (necessário indicar a tensão)
– Trifásicos: 220-380 V (necessário indicar a tensão)
– Grau de Proteção: IP 68
– Isolamento: Classe “B”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>